terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Bom, chegou o tão esperado 2012, e o que mudou? Nada, continuo sentindo o mesmo aperto no peito, a mesma falta, a mesma vontade, e a mesma SAUDADE. Parabéns, 2011 por ser o pior ano da minha vida, e afastar de mim as pessoas que eu mais amava, e por me fazer sofrer, e me sentir assim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário